quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Feliz por volta à faculdade


Hoje,26 de janeiro,depois de  quatro anos e meio que eu tranquei a matrícula do curso e Direito na Universidade Braz Cubas,vou voltar à estudar.  Acordei ansiosa para fazer a matrícula no curso Publicidade e Propaganda na Universidade de Mogi das Cruzes. Dias antes,conversei com a minha avó,a responsável por sempre me ajudar a realizar alguns objetivos e,ela aceitou a pagar a mensalidade,já que,no começo não terei condições financeiras para pagar por mês uma mensalidade que custa mais de 600 reais.

Eu confesso que muitas vezes eu erro,e quem não erra,não é mesmo?!  Mas,por mais que eu não mereça e até mesmo,no fundo do meu coração eu agradeço à DEUS por te me dado o MAIOR PRESENTE que Ele me deu,que foi a minha avó e o meu avô. Hoje,infelizmente eu não tenho mais o meu avô,somente a minha avó e,é esse o motivo pelo qual optei de voltar à faculdade e não perdei mais tempo.

O tempo voa,hoje nós temos a pessoa que amamos ao nosso lado,amanhã a mesma pode não está. Por isso,temos que aproveitar a ajuda que nos dão,porque um dia estaremos sozinho no mundo. Dificuldades,pedras no caminho irão surgir e eu,quero está preparada para quando esse dia chegar. Prometo que irei me dedicar ao estudos,mas para isso tenho que deixar de lado um pouco a internet,porque às vezes chega a atrapalhar ( risos ).

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O desrespeito da lei seca

Em uma reportagem da emissora de tv Band,feita na rua,resolveu entrevistar um jovem de 22 ano que,estava ingerindo bebida alccolica porém não estava bêbado,estava bem lúcido. O jovem respondeu a pergunta sobre a lei seca,um projeto que proibi vender e consumir bebida alcoolica em determinada hora,exatamente para diminiu o índice de acidentes de transito,causado muitas vezes pelo excesso de bebida.

Naturalmente o jovem alegou diante as cameras que desrespeita essa lei e não vê nenhum problema em dirigir,após ingerir bêbida alcoolica. Foi questionado se não tem medo das consequencias que isso pode causar,tanto um acidente envolvendo ele,ou apenas um atropelamento que envolva uma pessoa inocente e o mesmo sai ileso. E,mais uma vez surpreendeu com a resposta que se acontecesse algo assim,tem dinheiro o suficiente  para pagar a fiança, e o seu carro tem todos os quipamentos para protege-lo. 

O jovem esqueceu que não basta ter dinheiro e um equipamento completo para proteção no carro,quando as coisas tem que acontecer,acontece. E o único meio de se prevenir disso,é prevenindo a si próprio. Não é necessário deixar de beber para se prevenir,mas quando beber ter um mínimo de bom senso e moderar e se dirigir não sair dirigindo por ai,pois pode estragar mais de uma vida,inclusive a própria.

A bebida faz com que ficamos fora de si e ao dirigir é preciso de atenção,o excesso da bebida tira toda essa atenção. É fácil debochar e a lei brasileira é "frouxa",palavra tirada da boca do jovem,mas não é a lei que é ruim,são os brasileitos que não querem respeitá-la,para o bem de cada um. Quem desrespeita essa lei e tem o mesmo pensamento que esse jovem é porque não aconteceu nenhum acidente com amigos,familia e nem com o próprio,o dia que acontecer lembrará desse episódio e perceberá o erro que cometeu.

Ana Paula Bastos