sexta-feira, 24 de julho de 2015

O esporte não é violento, o que é violento são as pessoas


Sexta-feira, 24, quando estava prestes a terminar o meu almoço, assisti uma reportagem em um jornal local da minha cidade na qual falava sobre atletas e praticantes do jiu jitsu e mma praticando o esporte na China para ajudar no rendimento e crescimento, eis que surge alguém entrando e falando alto dizendo que é o esporte mais ridículo e violento que há e chamando os praticantes de ignorantes. Fiquei revoltada e acabei dando a minha opinião que ignorância é criticar sem ter um conhecimento sobre a história e os benefícios de cada arte marcial. 

Um esporte como este na vida de uma criança ou de um adulto ajuda no desempenho escolar, rendimento corporal, defesa pessoal e valores éticos, morais e a filosofia que é ensinado. O principal ensinamento é o respeito ao adversário e nunca usar o esporte para brigar na rua e agredir outros ou com uma pessoa que não tem nenhum conhecimento técnico defensivo.  

Comecei a treinar brazilian jiu jitsu e muay thai há pouco tempo, não sei até quando vai durar, espero que dure por um bom tempo pois eu sinto um prazer tão gostoso em praticar essas artes marciais.

Toda as coisas do mundo tem um lado bom e um lado ruim, só acho que as pessoas deveriam descartar o lado ruim e enxergar o lado bom das coisas; quem sabe assim não surge um pouco de otimismo. O mundo já está cheio de gente pessimista, por favor esses eu quero bem longe de mim.
Postar um comentário