domingo, 25 de janeiro de 2015

Book #10: Por toda a eternidade


Tully Hart é uma jornalista e apresentadora de um talkshow norte-americano famosíssimo. A sua ambiciosidade a fez dela uma pessoa notória a nível nacional por sua dedicação e responsabilidade, porém nem tudo são flores, por fora parecemos ser uma pessoa feliz, por dentro guardamos mágoas e escondemos um passado obscuro que não queremos que ninguém saiba de sua existência e veja as nossas fraquezas. Abandonada por sua mãe quando ainda era um bebê de colo e desde então nunca teve uma figura materna e paterna, então desde pequena se sentia sozinha até conhecer aos catorze anos a Kate Ryan foi através desta menina que Tully conheceu o verdadeiro significado da amizade verdadeira , sincera, duradoura e capaz de suportar qualquer barreira.



Após 30 anos de amizade, assim como qualquer outro relacionamento é normal acontecer alguns desentendimento e acabar se separando por um tempo curto ou longo e foi isso que aconteceu. Foram dois anos. Dois anos sem se falar com aquela que  sempre deu a mão quando Tully caia e não conseguia se levantar. Durante esse tempo muitas coisas aconteceram entre eles Kate foi diagnosticada com câncer de mama porém não resistiu. Deixou marido, três filhos e sua melhor amiga abalados com sua morte completamente sem chão.

Tully sempre foi muito bem-vinda na família de Kate e todos a amavam, Tully estava decidida a cuidar da sua afilhada Marah Ryan que, assim como ela estava enfrentando uma depressão dolorosa e silenciosa porém Marah era praticamente uma criança, inexperiente e precisava de uma figura materna (não que substituísse a mãe mas que estivesse presente sempre quando precisava de uma).

A carreira profissional e a amizade eram tudo que Tully tinha na vida mas ela escolheu a amizade porque sabia que sua amiga era mais importante que a carreira mesmo correndo o risco de perder seu emprego. Perdeu tudo, esteve a ponto de se jogar de um penhasco e viu que quem realmente nos ama, quando algo é verdadeiro ela nunca acaba. Um passado distante ressurgi e veio para esclareceu a verdadeira história da família Hart.

  Uma amizade verdadeira está tatuada dentro do peito, nunca nos deixam e as lembranças do amor verdadeiro são tudo o que nós temos. Lembre-se: As pessoas não vão embora, elas apenas se afastam. Feche os olhos, mergulhe no seu subconsciente que lá dentro você encontrará a voz da pessoa amada.

[[ CITAÇÕES ]]
"Em vez de ignorar a dor, você precisa mergulhar nela, usá-la como um casaco quente em dia frio" 
"Há um rio de tristeza em mim, sempre esteve lá, mas agora está transbordando. Sei que, se eu não tomar cuidado, há a possibilidade de que esse rio se torne uma parte de mim e eu me afogue." (p. 200)
"Quando eu gosto de alguém, apego-me com um desespero que é quase uma doença mental" (p.228) 
Postar um comentário